Higiene Oral

A higiene oral deriva de um ramo da medicina dentária que tem como principais objectivos o diagnóstico, prevenção e manutenção dos tratamentos efectuados nas outras especialidades da medicina dentária.

De forma sucinta, durante a consulta de higiene oral é realizado o diagnóstico de lesões de cárie dentária, doenças gengivais como a gengivite e a periodontite, entre outros problemas que poderão existir. Os tratamentos realizados passam pela remoção de tártaro e placa bacteriana através da destartarização  e polimento da superfície dentária, aplicação tópica de flúor, selantes de fissura e dessensibilizantes, dependendo das características orais de cada doente.

Outro dos grandes objectivos da consulta de higiene oral são a educação e promoção de hábitos de saúde oral, sendo que durante a consulta são realizados ensinos teóricos e práticos, através da demonstração de técnicas de escovagem e complementos da higiene oral, no sentido de promover uma melhoria saúde oral e prevenir possíveis patologias orais.

A regularidade das consultas de higiene oral são determinadas pelo higienista ou médico dentista, dependendo sempre das condições orais apresentadas por cada paciente.

 

Conselhos para uma correta Higiene Oral:

  • Escovar os dentes no mínimo 2 vezes por dia, com uma escova de dureza média a suave.
  • Utilizar como complemento da escovagem o fio ou fita dentária 1 vez por dia, de preferência à noite;
  • Utilizar um dentífrico com fluoretado (1000 a 1500 ppm de flúor)
  • Trocar a escova de dentes a cada 3 meses ou quando os filamentos começarem a ficar danificados;
  • Fazer uma alimentação variada e evitar o consumo de alimentos açucarados (principalmente nos intervalos das refeições);
  • Visitar o seu higienista oral pelo menos de 6 em 6 meses.