Traumatismo Dentário

Traumatismo Dentário

Os traumatismos dentários são acontecimentos relativamente frequentes, com maior prevalência nas crianças e adolescentes em idade escolar.

Estes podem provocar danos não só a nível dentário (desde uma simples fratura no esmalte até à total avulsão do dente da cavidade oral) mas também nas estruturas adjacente tais como a língua, bochechas e lábios. É fundamental saber quais os passos a seguir num acidente destes, de forma a salvar o dente, ou minimizar os danos causados.
Quando se trata de um dente decíduo (vulgo dente de leite), este não é reposicionado em boca pois no seu lugar virá ,normalmente, o dente definitivo. Assim, sempre que a criança fraturar ou perder o seu dentinho de leite, deverá recorrer ao seu Médico Dentista de forma a avaliar sde é possível restaurar/manter o dente e se existiu lesão do dente permanente sucessor. Dor, mobilidade, alteração de cor, inchaço, feridas traumáticos e o estado dos dentes adjacentes são outros fatores que são avaliados e permitem determinar a viabilidade do dente afetado. O dente que sofre um traumatismo deve ser acompanhado clinicamente e radiograficamente por um período mínimo de um ano pois podem acontecer complicações decorrentes do impacto.

Quando se trata de um dente definitivo, o procedimento a ter em conta deve ser mais rígido uma vez que não temos mais dentes que o sucedam.

– Ligar de imediato para o Médico Dentista pelo qual é acompanhado regularmente;

– O fragmento dentário (ou o dente na sua totalidade), deve ser transportado numa solução salina (soro fisiológico), leite frio, água ou até mesmo dentro da boca, de forma a não desidratar e aumentar as hipóteses de reimplantação e / ou colagem do fragmento.

– Caso o dente se desloque parcialmente da posição deve ser reposicionado imediatamente pelo MD.

– Nem sempre a ausência aparente do dente se verifica. Este, de acordo com a direção da pancada, pode adotar diferentes posições, até mesmo intruir (entrar dentro do osso alveolar);

– Em caso de sangramento e mobilidade, podemos estar perante a fratura da raíz dentária. Aplique gelo localmente e contenha a hemorragia com uma compressa até chegar ao MD.

– Em caso de dores de cabeça, vómitos, desmaio ou perda de consciência procure a urgência médica, poderá ser indicativo de trauma craniano grave.

É importante entender que mesmo sendo uma queda inofensiva o ideal é que o Odontopediatra seja consultado. Lembre-se que as maiores complicações consequentes do trauma acontecem devido à falta de atendimento imediato!